Concurso de soldado da PMMG 2017

Tempo de leitura: 5 minutos

Nesta segunda-feira, 22/08, a Polícia Militar de Minas Gerais anunciou a notícia que muitos jovens esperavam ansiosamente: foi publicado edital para mais um concurso de soldado com previsão de 429 vagas e prova em janeiro de 2017.

Para quem quer garantir uma vaguinha no próximo Curso de Formação de Soldados, sugiro a leitura do artigo Qual é o segredo para passar no concurso da polícia. Ele tem dicas que facilitarão sua preparação, principalmente para quem não sabe bem por onde começar.

 

 

A regra número 1 do candidato é ler o edital. Você precisa lê-lo para saber tudo sobre o concurso, principalmente quais são os requisitos exigidos do candidato. Para ajudá-lo, farei uma breve análise das principais dúvidas que tem sido discutidas nos últimos concursos.

Clique aqui para ver o Edital Concurso de Soldados PMMG 2017

 

concurso de soldado  da PMMG 2017
Foto: Prycila Patrício

 

1 – Escolaridade

Atualmente, a escolaridade exigida para os soldados de Minas Gerais é de nível superior. Fizemos uma discussão desta mudança no artigo Exigência de curso superior para soldado agora é realidade também em Minas Gerais.

Desde então, alguns leitores tem feito contatos constantes a este respeito:

Preciso ser formado para fazer a prova?

Não, não é preciso! Mesmo quem ainda está terminando seu curso pode fazer a prova. A comprovação de ter formação de curso superior será exigida somente na época da matrícula para o curso, prevista para 22/06/17.

Curso de Tecnólogo é aceito com superior?

Esta semana, fiz uma consulta ao Centro de Recrutamento e Seleção da PMMG e obtive a informação que curso de tecnólogo é aceito como superior. Mas para não haver qualquer dúvida, sugiro que o candidato faça contato direto com o CRS pelo fone (31) 2123-9503.

Para complementar a informação e tranquilizar os candidatos, veja o posicionamento do Ministério da Educação e Cultura quanto a esta questão:

Assim como os egressos de curso de bacharelado e licenciatura, os tecnólogos recebem diploma de graduação e têm o mesmo direito de participar de concursos públicos.

 

2 – Candidato pode ter tatuagem?

Este tem sido um grande problemas para muitos candidatos. Há algum tempo, a tatuagem deixou de ser vista como uma marca que marginalizava as pessoas, passando a ser aceita como uma manifestação cultural.

Atualmente, é difícil achar alguém que não tenha pelo menos um familiar com tatuagens pelo corpo. Está cada dia mais comum, mas para quem tem o sonho de ser um policial militar e ainda não tiver feito tatuagem, não custa esperar um pouquinho mais.

Apesar de ter uma maior aceitação social, as corporações militares ainda fazem restrições a candidatos tatuados. Atualmente, não há uma proibição, mas uma certa limitação.

Item 2.1

j) Não apresentar, quando em uso dos diversos uniformes, tatuagem visível que seja, por seu significado, incompatível com o exercício das atividades policial militar.

Baseado no próprio edital, percebe-se que pode ter tatuagem, desde que fique sob o uniforme e não tenha significado incompatível. Para entender melhor sob este assunto, sugiro a leitura dos seguintes artigos:

Candidato a concurso da polícia pode ter tatuagem?

Novidades no STF sobre o Recurso Extraordinário que discute a restrição de candidatos tatuados no concurso da Polícia Militar

 

 

3 – Idade e altura

Alguns leitores do Blog do graduado, principalmente de outros Estados, questionam quanto a limites de idade e altura. Isto porque estes requisitos são diferentes de Estado para Estado.

Por exemplo, o edital do concurso da PM do Ceará prevê altura mínima de 1,62 para homens e 1,57 para mulheres. Já no edital do concurso da PM de Pernambuco, a idade mínima é de 18 e máxima de 28 anos. Entretanto, em Minas Gerais, os requisitos são os seguintes:

Item 2.1

d) ter entre 18 e 30 anos de idade na data da inclusão, prevista para o dia 03/07/17;

f) ter altura mínima de 1,60

 

curso de formaçao de soldado PMMG
Foto: Prycila Patrício

 

4 – Posso ser mandado para qualquer cidade?

Alguns candidatos são muito agarrados a seus familiares ou até mesmo a cidade em que nasceu. Mas tem que entender que, a partir do momento em que entrar na Polícia Militar, poderá ser destacado para qualquer lugar de Minas Gerais.

Apesar disto, o atual concurso tem uma particularidade de ter vagas somente para três regiões: 339 para RMBH (Belo Horizonte, Contagem e Vespasiano), 60 para Alfenas e 30 para Pouso Alegre.

 

5 –  Quais são as provas do teste físico?

Muita gente pergunta como é a prova de natação para o concurso de soldado. O que eles não sabem é que não há previsão de natação para ser um soldado da PM. Os testes físicos são quatro, conforme a tabela abaixo:

TAF concurso da PMMG

 

6 – Mais dúvidas

Falei sobre os principais questionamentos que os leitores do blog já me fizeram, mas sempre aparecerão outras dúvidas. Tenho maior prazer em tentar ajudar toda pessoa que deseja ser um guerreiro de farda.

O setor oficial da PMMG para informar qualquer dúvida a respeito de concursos é o Centro de Recrutamento e Seleção, que pode ser acessado pelo site institucional ou fone 31 2123-9503.

Se você leu este artigo e sentiu que chegou sua vez, desejo-lhe boa sorte nos estudos!

Mas se você leu o artigo e ainda ficou uma interrogação em sua cabeça, não deixe passar a oportunidade. Faça sua pergunta na caixa de comentário logo abaixo! Sua dúvida pode ser a dúvida de muitas pessoas.

66 Comentários


  1. Boa tarde, SGTO ! Li todas as perguntas,e respostas,mas ainda sim uma dúvida..rsrs
    No dispositivo do Edital está 18 a 30,sem data específica de nascimento,portanto acredito eu,que para ingresso no curso de formação previsto,o candidato possa sim NÃO TER 31, e sim 30,porque assim seria 30 completos. Sendo assim se voce tem 30 e alguns meses,sem ter completado 31,até o dia,seria aceito sim….!! Poderia nos responder mais claramente?..Parabéns pelo Blog,MUITO ESCLARECEDOR!!

    Responder

    1. Boa tarde, Sabrina

      Fiz uma consulta ao CRS da PMMG e o entendimento sobre o limite máximo para ingresso é de 30 anos exatos no dia da matrícula no curso de formação, como já informei em um comentário anterior a leitora Josiane.

      No entanto, concordo que o texto do edital gere entendimento diferente do citado e seja bem possível que haverá muitas ações judiciais de candidatos com idade maior que 30 e menor que 31 anos.

      Responder

      1. Pois é, meu namorado está nessa situação. Ele terá 30 anos e 8 meses na data do ingresso no curso. Como não está especificando data de nascimento, nunca imaginamos que isso geraria problema. Afinal, ter 30 anos da forma em que está escrito no edital, dá a entender que só não pode ter completado 31. Agora estamos vendo essas questões sendo levantadas e estamos preocupados. ele terá que entrar na justiça, mas acho que dessa vez será causa ganha, porque falta clareza no edital.

        Responder

        1. Bom dia, Daiane

          Concordo contigo que a redação gera dupla interpretação. É estudar bastante e, se precisar, entrar na justiça para garantir a vaga.

          Responder

  2. Bom dia Sgt. Fabiano,

    em setembro do ano passado fiz uma cirurgia de hérnia inguinal bilateral, com uso de técnica cirúrgica minimamente invasiva (videolaparoscopia, cicatrizes possuem 0,5 e 1,0 cm), os resultados da cirurgia foram excelentes como era esperado e 15 dias após a cirurgia eu já estava liberado para trabalhar e continuar com a minha rotina, seguindo recomendações. Não existem mais hérnias, ainda assim posso ser considerado inapto por conta do histórico da doeça ou o histórico cirúrgico?

    Parabéns pelo Blog, excelente trabalho!

    Att,
    Adevilton

    Responder

    1. Retificação:

      Não sei de onde saiu este Fabiano…(risos)

      Perdoe-me Sargento Silvino!

      Responder

    2. Boa tarde, Adevilton

      Sinceramente, a parte médica não é meu forte e sugiro que você faça esta consulta diretamente no site do CRS da PMMG.

      No entanto, só para você ter uma ideia, a Resolução de Saúde 4278/13 prevê o seguinte:

      ANEXO “E” – DOENÇAS E ALTERAÇÕES INCAPACITANTES E FATORES DE CONTRA-INDICAÇÃO PARA ADMISSÃO/INCLUSÃO

      GRUPO IX: DOENÇAS E ALTERAÇÕES DO SISTEMA DIGESTIVO

      6. hérnias; (…) 8. Cicatriz de cirurgia abdominal (exceto quando decorrentes de patologias curadas, sem sequelas ou comprometimento funcional);

      Tomara que você possa fazer o concurso e ser mais um guerreiro de farda!

      E fiquei muito feliz por você estar gostando do conteúdo do Blog do graduado.

      Responder

  3. Bom Dia Sgt Silvino.

    Concurso PM – MG 2017: saiu novo edital

    Um novo edital para o cargo de soldado 2° classe foi divulgado pela Polícia Militar de Minas Gerais (PM-MG). São 416 vagas para o interior do estado, sendo 374 para homens e 42 para mulheres. As vagas serão destinadas após o curso de formação inicial para soldados, que terá duração de nove meses, com início previsto para 1º de novembro e término em agosto de 2018.

    Uma dúvida:
    …com início previsto para 1º de novembro e término em agosto de 2018.
    Essa data já tenho que apresentar o diploma do curso superior ou pode ser no término do curso da polícia, em agosto de 2018?

    Responder

    1. Boa noite, Thalita

      O edital prevê o seguinte

      2.1 São requisitos legais para ingresso na PMMG (…)
      b) possuir nível superior de escolaridade;

      2.3 Os demais requisitos, previstos nas alíneas “a”, “b”, “c”, “d” e “k” do subitem 2.1,
      serão verificados quando da matrícula no curso.

      Desta forma, você deve ter concluído o curso superior até a data da matrícula, prevista para os dias 26 a 31/10/17.

      Responder

  4. Boa Noite, Tenho 1,58 neste em ipotese alguma posso fazer o concurso…

    Responder

    1. Boa noite, Daiane

      A altura mínima prevista no edital é 1,60. Mas isto não é impedimento para fazer a prova.

      Como faltam apenas dois centímetros, sugiro que você comece a praticar esporte. Uma amiga disse que os melhores para ajudar a dar uma esticada no corpo são volêi, basquete e natação.

      Responder

  5. Sargento, Boa Noite ! Atualmente faço faculdade de Direito, porém o desejo de ser um militar me fez começar a fazer um tecnólogo á distância (Processos Gerenciais EAD) para que eu possa já ser SD. Este curso é aceito ?

    Responder

    1. Boa noite, Maghson

      Os cursos tecnólogos são considerados superiores e aceitos pela PMMG.

      No entanto, sugiro que retorne ao Direito depois que terminar o tecnólogo.

      Responder

      1. Boa tarde, Ary

        Desde que seja um tecnólogo reconhecido pelo MEC, sim.

        Responder

  6. To fazendo técnico de enfermagem, posso fazer o de policial depois que eu terminar esse?

    Responder

    1. Boa noite, Eliene

      Para a PMMG, é necessário ter ensino superior. E técnico em enfermagem é um curso de nível médio.

      Responder

  7. Boa tarde Sgt., tudo bem?
    Se eu fizer concurso agora para o interior e após o curso de formação de soldados fizer o CFS, posso escolher a região para o CFS ou tenho que fazer pra região em que eu estiver? Estava lendo que se eu fizer o CFS a permuta é só depois de 6 anos na região designada…
    Obrigada!
    Josiane.

    Responder

    1. Boa tarde, Josiane

      Se o edital do CFS prever número de vagas, mas não a distribuição por RPM, você poderá ser designada para qualquer região do Estado ao final do curso.

      Por outro lado, se a escolha de vagas por região for prevista no edital do CFS, você concorrerá somente as vagas desta RPM e será designada para lá ao final do curso. E você pode escolher livremente a RPM, não sendo obrigada a concorrer as vagas da região em que você estiver trabalhando.

      Depois de um ano de serviço prestado na Unidade onde foi designada, você pode requerer permuta com militar de outro batalhão.

      Responder

      1. Obrigada pela resposta Sgt.
        Tenho outras perguntas: A permuta demora muito?
        Para requerer a permuta é 1 ano após o curso de formação ou o tempo de curso conta?
        Agradeço novamente e parabenizo a qualidade do site. Abraços.
        Josiane.

        Responder

        1. Bom dia, Josiane

          Um ano de serviço na Unidade atual. Quando você está em período de curso, sua Unidade é uma; quando forma, você é designada para outra Unidade, onde prestará serviço. Desta forma, o período de curso não conta.

          O período de espera da permuta é incerto, podendo ser rápido (1 a 2 meses) ou demorado.

          Eu trabalhava na capital e solicitei transferência para o Vale do Aço. Demorou aproximadamente 2 anos para conseguir uma permuta.

          Depois de quatro anos no interior, solicitei transferência para capital. Desta vez, demorou somente uns 3 meses.

          Esta questão de tempo não tem como prever mesmo.

          Responder

          1. Entendi Sgt.!
            Completo 30 anos agora em Março… A matrícula para o CFSd é em novembro. Será que terei algum problema em relação à idade? Pois pela disposição do edital é 18 a 30 na data da inclusão no curso, ou seja, “tô dentro” certo?
            Obrigada novamente!!! Abraços.
            Josiane.


          2. Bom dia, Josiane

            Este edital suprimiu uma especificação que tinha nos anteriores, qual seja, limites mínimo e máximo de nascimento dos candidatos em relação à data da inclusão. Tal fato gerou em diversos candidatos a mesma dúvida que você teve.

            Fiz uma consulta ao CRS e obtive como resposta que “o candidato deverá completar 30 anos na data limite estipulada pelo edital”.

            Desta forma, o limite máximo de idade continua sendo 30 anos exatos.


  8. Com o novo requisito para ingresso na PMMG,qual o curso tecnologo mais favorável para tal função?

    Responder

    1. Boa tarde, Rafael

      Como não conheço os cursos tecnólogos disponíveis, não posso falar qual seria o mais indicado. Porém, seria interessante um curso que ofereça noções básicas de Direito.

      Apesar de mais demorado que os tecnólogos, o mais aconselhável é fazer o curso de Direito. Além de fazer um curso que “abre as portas” para várias outras carreiras públicas, é requisito para o Curso de Formação de Oficiais, que normalmente o militar almeja como um dos próximos passos na carreira militar.

      Responder

      1. Rafael,tem o Tecnólogo em Segurança Pública que dura 2 anos e normalmente ele é na modalidade EAD (Ensino a distância),que eu acho muitíssimo importante pois é um dos,ou senão o ÚNICO,que abrange disciplinas que se vê em um curso de Direito.
        Sargento Fabrício,meu xará,parabéns pelo blog,está me ajudando muito de verdade mesmo.Não para com ele,pois está sendo de muita importância pra mim,moro em Juiz de Fora e também tenho vontade de prestar o concurso,apesar de ter Ceratocone(Visão),tenho Fé e acredito….
        Fique com Deus Sargento!! Profissão gratificante essa.

        Responder

        1. Boa tarde, Fabrício

          Muito obrigado pela avaliação positiva do blog. É muito bom saber que os artigos estão ajudando aos futuros guerreiros de farda.

          Você disse que tem ceratocone. Confesso que nunca tinha ouvido este termo.

          Quanto a seu caso, a Resolução Conjunta 4278/13 prevê o seguinte:

          ANEXO “B” – EXAME DE ACUIDADE VISUAL E OFTALMOLÓGICO PARA ADMISSÃO/INCLUSÃO

          II – CRITÉRIOS PARA ADMISSÃO/INCLUSÃO:

          1. Para o Curso de Formação de Oficiais (CFO), Quadro de Praças de Polícia Militar e Bombeiro Militar (QPPM e QPBM) e Quadro de Praças Especialistas (QPE):

          d. Caso tenha realizado cirurgia refrativa oftalmológica, o(a) candidato(a) deverá trazer relatório recente (últimos 30 dias) no qual conste que:

          d.1 a técnica cirúrgica utilizada foi a Ceratectomia Fotorrefrativa (PRK) ou a Ceratomileusis in situ por laser (LASIK); (Alterado pela Resolução Conjunta n° 4.298, de 17 de março de 2014);

          d.2 a cirurgia refrativa foi realizada há, pelo menos, 6 meses;

          d.3 apresenta resultado pós-operatório considerado como sucesso (e respeitando exigência dos itens de acuidade visual sem e com correção visual desta Resolução, sem uso de lente de contato) e com refração estável há 6 meses;

          d.4 resultado de paquimetria realizada pelo menos 6 (seis) meses após a cirurgia refrativa (constando valor acima de 410 micras pós-operatória);

          d.5 resultado de topografia computadorizada de cornea pós-operatória (sem ectasia corneana induzida pela cirurgia refrativa) e estável há 6 meses;

          d.6 ausência de aberração corneana de alta ordem (RMS) e/ou alteração de qualquer um dos índices ao exame de “Wavefront” (Aberrometria), como: “Wavefront error” (WE), “Point spread function” (PSF), “Strehl ratio” (SR) e/ou “Modulation Transfer Function” (MTF) no pós operatório;

          d.7 ausência de ceratocone ou tratamentos para esta finalidade.

          Responder

  9. Boa Noite!
    Pretendo fazer o concurso da PMMG em maio com data de inicio para 01/11, só que estou no ultimo ano de faculdade me formo em dezembro. Posso fazer ?

    Responder

    1. Bom dia, Mayara

      Você pode fazer a prova do concurso, independente de escolaridade.

      Mas no ato da inclusão, já deve ter concluído o curso superior.

      Responder

  10. OI BOM DIA, QUERIA MUITO SABER SE POSSO COLOCAR NA INSCRIÇÃO ENSINO SUPERIOR COMPLETO, APESAR DE EU FORMAR EM JULHO DO ANO QUE VEM 2018. ESTOU MUITO EM DÚVIDA. DESDE JÁ OBRIGADO.

    Responder

    1. Bom dia, Danilo

      Poder, pode, mas não deve.

      O formulário de inscrição é o primeiro contato que você terá oficialmente com a Polícia Militar. Tenho certeza que você concordará comigo que não é muito interessante iniciar um relacionamento com uma mentirinha, né.

      Pode ficar tranquilo em colocar superior incompleto. Somente sera´exigido que você tenha concluído o curso no ato do ingresso.

      Para fazer a prova, não é exigido qualquer nível de escolaridade.

      Responder

  11. Boa tarde, você sabe se o curso de Licenciatura em Educação Física é valido?

    Responder

  12. Boa noite Sargento Silvino!
    sera que ha possibilidade de após ser aprovada completamente para pmmg eu pedir transferencia para outra cidade?
    Obrigada por tirar nossas dúvidas!

    Responder

    1. Boa noite, Camila

      O edital do concurso prevê para qual RPM são as vagas disponibilizadas, bem como em qual cidade ocorrerá o curso de formação.

      Depois de formados, os candidatos se apresentam na RPM que escolheram e são designados para os batalhões nos quais prestarão serviço.

      Pela atual legislação da corporação, após 1 ano de serviço naquele batalhão, o militar pode requerer permuta com militar do batalhão de outra cidade.

      Responder

      1. Boa noite Sargento!
        Muito obrigada por esclarecer tao bem nossas dúvidas. Super me ajudou!

        Responder

  13. Também gostaria de parabenizar pelo excelente trabalho!
    Espero um dia poder te-lo como colega de profissão.

    Responder

    1. Boa noite, Adriano

      Muito obrigado pela avaliação do blog!

      Quanto a sermos colegas de profissão, seria um enorme prazer!

      Estou estudando para o concurso de oficiais. Quem sabe nos veremos em um desfile matinal na Academia da Polícia Militar.

      Responder

  14. Não tenho a tireoide e tenho que tomar a medicação para o resto da vida, isso impossibilita minha aptidão no exame médico?

    Responder

    1. Boa tarde, Deborah

      Este é um caso que exige conhecimento específico da área de saúde.

      A Resolução Conjunta 4278/13 que regula os exames médicos prevê o seguinte:

      ANEXO “E” (Doenças e alterações incapacitantes e fatores de contra-indicação para admissão/inclusão)

      GRUPO III: DOENÇAS, ALTERAÇÕES E DISFUNÇÕES ENDÓCRINAS, METABÓLICAS E NUTRICIONAIS

      1. diabetes mellitus ou insipidus; 2. bócio e/ou nódulo tireoidiano; 3. Hipotireoidismo descompensado; 4. hipertireoidismo; 5. gota; 6. disfunções hipofisárias; 7. disfunções das paratireóides; 8. Disfunções das supra-renais; 9. disfunções gonadais; 10. dislipidemia grave; 11. obesidade ou déficit ponderal incompatíveis com a função policial ou bombeiro militar, conforme previsto no Anexo “A”, (inciso II, item 3.a.); 12. doenças, alterações e disfunções de órgãos endócrinos, do metabolismo e nutrição, persistentes e/ou incuráveis ou que deixem sequelas.

      Sugiro que você procure a seção de saúde da PMMG mais próxima da sua casa e informe-se com o oficial médico da Unidade para que ele possa dar a informação correta.

      Responder

  15. Boa noite, sargento. Muito obrigado pelos preciosos esclarecimentos. Gostaria de lhe indagar sobre uma questão relevante dos exames médicos, especificamente o odontológico: Quem tem mordida cruzada, mas que está com aparelho dentário para a pronta correção da arcada dentária corre o risco de ser reprovado ou tem sido aceito (com laudo do respectivo dentista). O senhor tem conhecimento de casos como este?

    Responder

    1. Boa noite, Géssica

      Não tenho conhecimento técnico para sanar sua dúvida, pois é uma área bem específica. Prefiro não falar o que “eu acho” e correr o risco de achar errado.

      Mas farei contato com o dentista do meu batalhão e vou conferir isto para você. Assim que tiver resposta, postarei aqui.

      Quanto a casos parecidos, tenho um amigo de turma de soldado que apresentou uma alteração no exame odontológico. Lembro que ele apareceu no batalhão uns dois dias depois com aparelhos nos dentes e conseguiu ser aprovado.

      Responder

      1. Muito obrigado pela atenção, sargento Silvino. Aguardarei ansiosa. Parabéns pelo blog do graduado que possui um excelente conteúdo informativo.

        Responder

        1. Bom dia, Géssica

          Perguntei dois dentistas, mas como não trabalham diretamente com o processo seletivo de novos militares, eles não deram certeza sobre esta questão.

          Então fiz uma pesquisa junto ao CRS e obtive a seguinte resposta: “Gentileza dar uma olhada na Resolução Conjunta de Saúde nº 4278/2013 da PMMG, onde consta no ANEXO E, as informações sobre doenças incapacitantes para ingresso na corporação”.

          Clicando no link acima, você terá acesso a Resolução de Saúde e perceberá que, no anexo E, não há previsão de mordida cruzada. No entanto, na página 48, há um grupo de doenças e alterações odontológicas e fatores de contra indicação para admissão/inclusão. Sugiro que você imprima esta página e converse com seu dentista se alguma destas alterações tem a ver com o seu problema.

          Se você quiser confirmar esta informação, entre em contato com o CRS através do Fale Conosco da PMMG ou pelo fone (31) 2123-9503.

          Responder

  16. Uma pequena dúvida, é preciso estar com o curso de graduação (nível superior) concluso até a data de inscrição na corporação ? Des de já muito obrigado e parabéns pelo bom trabalho.

    Responder

    1. Boa tarde, Jordan

      Sim, é necessário ter concluído o curso superior na data de ingresso na corporação.

      Responder

  17. Boa noite sgt silvino gostaria de saber se durante o curso de formação em belo horizonte é preciso dormir na academia ou podemos dormir em casa.. e no interior no caso da cidade de pouso alegre o aluno dorme no (quartel academia) ou em casa ?

    Responder

    1. Bom dia, Renan

      O curso de soldados não prevê a necessidade dos recrutas ficarem alojados.

      Somente o Curso de formação de Oficiais tem esta previsão.

      Avante, guerreiro!

      Responder

  18. Boa tarde Sgt, alguns anos atras tive alteraçoes na tireoide, so que o meu medico cortou a medicaçao pois ele disse que nao precisava tomar mais, gostaria de saber se no dia do exame medico ouver alteraçao tera algum problema, e se tiver tem como fazer alguma coisa?

    Responder

    1. Bom dia, Fernando

      A Resolução Conjunta 4278/13 que regula os exames médicos prevê o seguinte:

      ANEXO E – DOENÇAS E ALTERAÇÕES INCAPACITANTES E FATORES DE CONTRA-INDICAÇÃO PARA ADMISSÃO/INCLUSÃO

      GRUPO III – DOENÇAS, ALTERAÇÕES E DISFUNÇÕES ENDÓCRINAS, METABÓLICAS E NUTRICIONAIS

      (…) 2. Bócio e/ou nódulo tireoidiano; 3. Hipotireoidismo descompassado; 4. Hipertireoidismo (…)

      Se seu médico cortou a medicação, a alteração já não existe mais. No entanto, seria interessante fazer um novo exame para garantir esta informação.

      Na 2ª fase do concurso, serão cobrados diversos exames médicos para serem entregues, inclusive o de TSH. Se der alteração, aí você será contra-indicado mesmo, pois está previsto na resolução de saúde.

      É possível apresentar um recurso para realizar novo exame. Mas um novo exame em pequeno período de tempo, provavelmente, daria resultado igual ao primeiro.

      A solução que entendo mais viável é a precaução mesmo. Faça os exames desde logo e tenha certeza que a alteração não existe mais.

      Forte abraço, guerreiro!

      Responder

    1. Boa noite, João Hélio

      Fico muito feliz em saber que você gostou do Blog do graduado.

      Muito obrigado pela participação!

      Responder

  19. A alguma hipótese de um candidado com menos de 160 cm, se aprovado nos outros requisitos conseguir ingressar?

    Responder

    1. Bom dia, Letícia

      As regras do edital da Polícia Militar são inflexíveis. E 1,60 é a altura mínima, não havendo margem para esta discussão.

      A não ser através de um decisão judicial. Mas nunca ouvi falar que alguém tenha conseguido.

      A única exceção é para os candidatos ao quadro de oficiais de saúde e capelães, conforme art. 5º, VI, e art. 13, § 14, da Lei 5301/69, Estatuto dos Militares do Estado de Minas Gerais.

      Alguns baixinhos da PM dizem que existem técnicas para ganhar dois a três centímetros no dia do exame médico. A mais comum é a de respirar bem fundo, segurar o ar e levantar o queixo.

      Um amigo que é educador físico disse-me certa vez que a prática de determinados esportes também ajuda o corpo a desenvolver-se mais que o normal, sugerindo vôlei, basquete e natação.

      Por fim, se seu desejo é ser uma policial, não desista. Tem várias outras carreiras policiais que não tratam de altura, como é o caso da Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal.

      Força, guerreira!

      Responder

    1. Boa noite, Brenda

      Você só precisará ter o curso de Direito se quiser ser oficial da PM.

      Para ingressar como soldado, basta ter qualquer curso superior, servindo inclusive cursos tecnólogos.

      Bons estudos!

      Responder

      1. Ola sgt o curso superior em gestao de seguranca publica e privada e aceito neste concurso . Obg.

        Responder

        1. Bom dia, guerreiro

          Sim, os cursos de tecnólogos são aceitos como superior.

          Mas se quiser confirmar, faça contato com o Centro de Recrutamento e Seleção através do fone (31) 2123-9503.

          Responder

    1. Bom dia, Lídia

      Receber o apoio dos leitores é o melhor incentivo para continuar escrevendo os artigos do Blog do graduado.

      Muito obrigado pela avaliação!

      Responder

  20. Ter de entre 18 a 30 anos significa de 19 a 29 ou de 18 a 30 mesmo no dia de matrícula? Parece simples mais confunde. Pode ajudar?

    Responder

    1. Boa noite, Antônio

      O requisito previsto é ter entre 18 e 30 anos de idade no dia da inclusão.

      O recruta mais novo será aquele que ingressou no dia do seu aniversário de 18 anos. Menos que isto não entra.

      E o recruta mais velho será aquele que ingressou no dia do seu aniversário de 30 anos. Mais que isto não entra.

      Responder

      1. olá tenho 30 anos e bem provável que a na data da matricula do curso terei 30 anos e 9 meses. é aceito ou não?

        Responder

        1. Bom dia, Maria Fernanda

          O requisito de idade prevê que o candidato deverá ter entre 18 e 30 anos na data da inclusão.

          A exceção a esta regra é quanto a idade para os oficias do Quadro de Saúde, cuja idade máxima é de 35 anos.

          Responder

Deixe aqui seu comentário