Todo mundo vai ser comandante um dia!

Tempo de leitura: 4 minutos

Toda equipe tem seu comandante e todo policial vai ser comandante um dia! Você já parou para analisar se está sendo um problema ou uma solução para seu comandante? Já pensou se, quando você estiver comandando, gostaria de ter em sua equipe um militar com o seu comportamento de hoje?

 

Alguns policiais, enquanto estão na função de patrulheiro, não têm muita preocupação com sua conduta, cometendo, por vezes, alguns atos irregulares. E se o militar mais graduado adverte ou dá ciência do fato ao superior imediato, o subordinado ainda acha que o outro é “caxias”.

equipe tatico movel
Foto: Rick Oto

 

Sempre que chega uma nova turma de sargentos recém-formados, alguns reclamam que estão trabalhando com patrulheiros problemáticos. Dizem que não aguentam ter de ficar o tempo todo de olho para o patrulheiro não dar um vacilo e enrolar a equipe toda.

 

Lembro sempre do seguinte comentário de um destes sargentos devido a sinceridade do militar:

“Este soldado que colocaram na minha guarnição é doido. Se deixar, ele bate até na vítima. Com ele, é ‘tiro, porrada e bomba’! Mas acho que estou pagando meus pecados… Na minha época de soldado, eu era igualzinho a ele.”

 

E você, conhece algum patrulheiro que deixa o comandante dele de cabelos brancos com seu comportamento? Ou algum comandante que já foi um patrulheiro meio doido e que mudou de comportamento depois que assumiu a função de comando?

 

PM Bang-Bang

Nos batalhões, alguns militares viram lendas pela fama de “sentar o dedo” para o lado dos bandidos. Por mais simples que seja a ocorrência, o dedo coça para dar um tirinho. Com o tempo, estes policiais ganham apelidos que perpetuam sua fama: Cb Bang-Bang, Sgt Pipoco, Sd Dedo nervoso…

Se a situação exige o uso da arma de fogo, também não há porque ficar pensando muito se atira ou não. Por exemplo, se o abordado estiver colocando em risco a vida do policial ou de outras pessoas, sendo este um motivo que justifica juridicamente o uso extremo da força policial.

 

Mas se o suspeito não apresenta risco e tenta correr para evitar a abordagem, não adianta atirar atrás dele, porque aí é que ele vai correr mais. No fim das contas, o infrator não é preso, o policial dá tiros em via pública e o comandante da equipe tem que ficar justificando a ação.

 

Se foi uma ação legal e necessária, parabéns! Mas nem sempre é assim, não é mesmo?

 

Soldado também comanda

Alguns policiais acreditam que é preciso fazer um curso de sargentos ou de oficiais para ser um comandante. Mas este é um grande engano. Todo militar exerce função de comando, o que varia é quem é comandado por ele.

Nem toda equipe tem um sargento ou oficial a frente. E mesmo que a equipe não tenha pelo menos um cabo, sendo formada somente por soldados, ainda assim um destes será o comandante dos outros.

Percebe-se assim que realmente todo policial, até o soldado mais recruta, será comandante um dia. Como cobrar daqueles que estarão sob seu comando atitudes corretas se ele mesmo não age desta forma quando tem um comandante a frente de sua equipe?

 

policia militar

 

Todo mundo vai ser comandante um dia

Particularmente, sempre preocupei-me muito com este assunto. Em minha carreira, já cometi alguns erros, mas busquei evitá-los ao máximo enquanto subordinado e mais ainda após estar na função de comando. No artigo Que tipo de comandante você é para seus comandados, já havia feito uma análise mais detalhada do tema, pela ótica de comandante.

E você, que pensa sobre esta situação? Eu sempre oriento meus patrulheiros sobre a responsabilidade de ser o comandante e procuro compartilhar a tomada de decisões com eles. Esta atitude tem dado o resultado esperado, uma vez que meus dois patrulheiros não me dão qualquer problema e ainda auxiliam muito em minhas funções específicas de comandante.

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos! Se pelo menos um policial receber esta mensagem e repensar sua conduta, teremos um militar problemático a menos em nosso meio. A corporação e a sociedade agradecerão!

2 Comentários


  1. Boa noite,

    Apesar de seu comentário estar fora do contexto deste artigo, concordo plenamente que este valor não supre as necessidades básicas da categoria.

    Responder

  2. Salário Mínimo Necessário estimado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos ("para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência"): R$ 3.795,24.

    Soldado da PMERJ ganha apenas R$ 2.382,89. DEFASAGEM: Salário do SD PM está R$ 1.412,35 abaixo do Salário Mínimo Necessário.

    Responder

Deixe aqui seu comentário