Desabafo arrepiante da esposa de um militar

Tempo de leitura: 3 minutos

 
Esses aí são os coturnos do meu marido que é policial, acabei de colocá-los no sol para secar. Não é porque os lavei… Mesmo porque dá para perceber como tá sujo de barro!!

Bom, meu marido chegou em casa hoje quase às 06:00 da manhã, quando era para ter chegado às 23:00 horas da noite anterior, tudo por conta de um sistema inoperante da Polícia Civil de Minas Gerais. E antes que levantem as espadas… Repito, o sistema que é inoperante e vergonhoso… Não os agentes!!!
Mas voltando aos “coturnos”, meu marido passou a noite inteira na delegacia com a farda molhada, consequências de ter trabalhado o turno debaixo de chuva… Já que ele trabalha em cima de uma viatura de duas rodas e depois que prende o vagabundo… Fica lá… Horas a fio esperando o sistema inoperante funcionar para entregar para o Estado o vagabundo… Que, em muitas vezes, chega em casa mais rápido que meu marido!

 

Aí tem um monte de gente para falar mal da polícia… Pois bem… São esses coturnos aí que tiram as merdas do caminho para seu pé limpinho passar.

Eu esta noite não tive meu marido deitado ao meu lado, meu filho adormeceu esperando ele chegar para brincar, e aí a sociedade me devolve meu marido ao amanhecer, molhado, cansado, com os pés derretidos dentro desse coturno!

 

Aí passa alguém e vê o policial na padaria e fala: Esses aí só ficam no cafezinho!!!
Os coitados tiram um turno de 12 horas e não podem parar 10 minutos em uma padaria?

 

Sabiam que na polícia não oferecem café? Almoço… Vale refeição… Vale transporte e por aí vai…

 

Vocês sabem quanto custa um coturno desse aí? Quanto custa um jogo de farda?

 

Vou trocar a pergunta, sabe quanto pesa vestir essa farda e calçar esse coturno?

 

São quase 10 kg de farda no corpo, vou falar o que eles usam: uma blusa de malha, um jogo de farda, um par de meião, um cinto de couro, uma arma na cintura, uma boina e claro os coturnos… Tudo isso imagina debaixo de sol e chuva!!!
Mas vou reformular a pergunta novamente! Sabe quanto pesa à Alma vestir essa farda?

 

Eu não sei se me sinto feliz em não ser uma policial ou me sinto desonrada em não ser!!!

 

Há quem diga que a polícia não presta… Sinceramente… Quem não gosta de polícia é vagabundo…

 

Eu não tenho medo de polícia! Não tenho medo de ser parada em uma blitz, nem de ter a casa revistada, nem a bolsa olhada… Simplesmente pelo fato de não dever nada!

 

Mas quem gosta de um baseado, quem não paga pensão, quem bebe antes de dirigir, quem rouba, quem usa documentos falsos… Esses aí não gostam de polícia!

 

Aí tem os hipócritas que não gostam, que dizem que são truculentos, mas quando o vagabundo rouba seu carro, pega sua filha, atira no seu pai, invade a sua casa, quando o menor estupra sua filha, aí… Nesse caso, todo mundo quer o policial que chega e põe ordem no pedaço.

 

Mas só eu e os familiares de um policial sabemos como é triste a sociedade tão hipócrita nos devolver eles assim… Estraçalhados pelo sistema!!!

 

Laura Pinheiro
Esposa do Cabo Pinheiro do Batalhão ROTAM
Com muito orgulho!

8 Comentários


  1. O Estado recebe para prestar serviços, o eleitorado (povo), deveria exigir prioridade nas atividades que lhe são próprias.
    Saúde: Já que remédio e profissionais estão em um patamar caríssimo, a um povo sofrido e mal remunerado, em todas as áreas.
    Ensino: já que para não haver uma sociedade viciada e ignorante a garantir um país melhor, só através do poder público, que alcançaria todo nosso território nacional.
    Segurança: já que o cidadão não pode andar armado, não tendo outro recurso para se defender de um transgressor, sendo o policial o único agente público capaz de conter e cessar um ato infracional pelo poder de polícia, a ele e somente ele dado para conter os limites da liberdade.
    Mas, o Estado quer arrecadar e enriquecer os detentores do poder, desviando o dinheiro público e não permitindo um tratamento humano mínimo ao seu cidadão.
    O Estado Tirano é combatido há anos, contudo renascem fortalecidos pelo poder econômico dos poderosos.
    Pobre povo, pobre país, que se levado a sério, já seria a muito tempo uma potência, sendo que para inibi-lo e continuar a lhe explorar as riquezas naturais, deve manter poucos no Poder, e a grande maioria alienada e descrente do futuro.
    Só Deus, só um milagre………… até quando.

    Responder

    1. Boa noite, nobre amigo Rogério

      Você tocou em um ponto que mostra a pequenez do nosso país.

      Vivemos em uma nação riquíssima, porém de riquezas mal distribuídas, quando não surrupiadas por pseudo-representantes do pobre povo que divide-se em Fora-Fulano e fora-Ciclano.

      Um país que se diz em desenvolvimento não consegue oferecer aos cidadãos o mínimo existencial, nem mesmo saúde, educação e segurança pública.

      Que país é este?

      Responder

  2. Prezada Rosilene,

    Respeito sua opinião e lamento profundamente que você tenha esta visão de qualquer policial militar que seja.

    Você citou um fato, mas não disse se estava junto de seu esposo ou somente ouviu dizer como aconteceu. Na maioria das vezes, as pessoas abordadas relatam só o que lhes convém, deixando de falar que desobedeceram ou desacataram o policial que está fazendo a abordagem.

    Responder

  3. Laura, minha querida, sei bem o que vc passa, lógico, também faço parte da família Militar e com orgulho!
    Concordo com vc e acho que deveriam ter muito mais valor na sociedade, pois, se não fossem esses verdadeiros "heróis", o mundo estaria muito pior, tem muito o que mudar em nossas leis, por exemplo: Direitos Humanos deveria ser para os seres humanos e não para os vagabundos, alimentação bem balanceada para creches, escolas e azilos e não para presídeos, e para quem vai para as prisões, que trabalhassem para se sustentar e sustentar sua família…..
    Sabe, o Brasil, precisa reformular todas as leis e usá-las de forma correta, o que acho meio difícil, uma utopia.
    A nós, só nos resta orar pedindo a Deus que nos ajude e tenha misericórdia de todo o povo!
    E a povo, que não dá valor aos nossos militares, que Deus tenha misericórdia deles, pois um dia podem precisar deles!

    Estamos juntas minha querida!

    Responder

Deixe aqui seu comentário