Pesquisa sobre a prisão administrativa de policiais e bombeiros militares

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Estou escrevendo um artigo sobre prisão administrativa de policiais e bombeiros militares e gostaria do auxílio dos senhores em uma pesquisa. Basta responder estas cinco perguntinhas:

  1. Você é policial ou bombeiro?
  2. De qual Estado?
  3. Qual é o Regulamento Disciplinar da sua corporação?
  4. Já foi preso por infração administrativa? Qual infração? Quantos dias?
  5. Se quiser deixar sua opinião sobre a prisão administrativa, fique a vontade.

Não é necessário a identificação do militar, podendo fazer seu comentário de forma anônima.

23 Comentários


  1. Boa tarde, prezado Jorge

    Concordo plenamente com seu posicionamento.
    Há em nossa legislação uma valoração desproporcional de diferentes instituições da sociedade.
    É muito fácil cobrar rigidez de um contexto no qual não se está inserido.
    Entendo que você foi muito feliz na proposta de uma seleção mais criteriosa para aqueles que almejam exercer um mandato político.

    Forte abraço!

    Responder

  2. Eu trabalhei 30 anos na Polícia Militar do Estado de São Paulo, e quando do meu ingresso e curso de formação tomei conhecimento do RDPM. A meu ver, esse regulamento dá suporte e possibilita a ordem no contingente, vez que o respeito deve ser recíproco. Eu jamais considerei constrangedor o sim senhor ou não senhor; quando de uma ordem se a considerasse absurda, não cumpria e explicava os porquês. Certa vez, eu recebi punição, todavia, sabia que não estava errado. Na sequência impetrei recurso, esse foi concluído na Corregedoria com o despacho determinando o cancelamento das medidas, vez que o policial, havia apenas cumprido com seu dever de ofício. Por fim, com relação a penalização a se aplicar nas infrações disciplinares leves e médias, eu sugeriria a suspensão de "N" dias de serviço, notadamente, a penalização seria cumulativa, vez que haveria desconto no contracheque. Quanto aos crimes, a penalização deve ser a altura da gravidade. Por fim, às vezes, eu penso que o rigor para entrar e permanecer na polícia militar deveria também ser aplicado àqueles que desejam ser vereadores, deputados, senadores e outros. Por que não?

    Responder

  3. Eu gostaria de pincelar o assunto e ressaltar aos especialistas em segurança pública e aos governos, sobre o aumento da violência e da criminalidade. A meu ver nenhuma organização policial será capaz de atender essa demanda. Ora, o poder executivo, legislativo e judiciário parecem adoecidos, talvez, embebecidos pelas benesses das funções e cargos. Atualmente, testemunhamos esforço de alguns para, simplesmente, desmilitarizar Corporações, como se o regime fosse culpado pelo fracasso. Na verdade, a política que se desenvolve no país parece contrária ao rigor da lei.
    Eu sugeriria a alguém do parlamento e que ainda mantivesse retidão de caráter, dignidade e honradez, para que elaborasse proposta no sentido de alterar a legislação penal. No contexto, eu cito exemplo: imaginemos que alguém conduza veículo embriagado, e num acidente provoca a morte de um ou dois transeuntes. O condutor bêbado é preso em flagrante, no entanto, a autoridade estipula fiança de R$ 20.000,00. De pronto, familiares providenciam o pagamento e o bêbado já sóbrio é posto em liberdade. Na sequência de um inquérito policial, obviamente será processado e no máximo será condenado a prestação de serviços à comunidade.
    Pois bem, vocês acreditam que a "Lei Seca" trará solução com relação aos acidentes de trânsito? No meu sentir não trará, vez que a frouxidão da lei deixa demonstrado a abundante fragilidade corretiva. Amigos observem que fiz menção a apenas um crime grave, mas sabemos que poderíamos elencar centenas. A impressão que fica é aquela em que essa fragilidade corretiva faz parte de um "projeto de poder". Eu sempre digo, a sorte de bons governos, em parte, se deve as corporações, militar e civil, pois, diuturnamente, resolvem os problemas.
    Concluindo, sugerir o fim das polícias militares provocará conflitos entre as Corporações, e isso vai complicar em muito, a manutenção da Ordem Pública. E a vida segue na esperança de que o próximo governo será melhor.

    Responder

  4. 1 – Policial Militar.
    2 – RS.
    3 – RDBM.
    4- Não, mas já tive diversos colegas que foram.
    5 – A pena é discricionária, abusiva e desproporcional. Fere a dignidade do policial e prejudica a sua imagem na corporação e na sua própria família.

    Responder

  5. 1 -PM
    2- Bahia
    3- Estatuto dos policiais militares da Bahia/RDPM
    4- AINDA não
    5- Absurda, desumana, e serve como meio de controle e ameaça.

    Estou construindo TCC sobre essa aberração jurídica, caso alguém queira me enviar depoimentos, materiais de pesquisa, ou até mesmo cópia dos processos, favor entrar em contato pelo email dev1985@bol.com.br. Os dados serão devidamente resguardados.
    Obrigado!

    Responder

  6. Só existem três polícias militares no mundo e uma delas só poderia ser no Brasil. "Polícia arcaica a gente ver por aqui!"

    Responder

  7. 1- PM
    2- Amapá
    3- RDPM baseado na do EB
    4- Fiquei duas vezes Detido através de Procedimentos totalmente arbitrário.
    5- Punição totalmente desnecessária e absurda para os tempos mordemos que vivemos, vc prender um pai de família, um profissional como meio de corrigi-lo ou castiga-lo é totalmente anti-quado. Muitos oficiais utilizam esse recurso como meio de coagir a tropa e se vingar dos seus peixe e perseguir os mais ponderadores q lutam por seus direitos. Sou a favor do fim do Militarismo e das prisões disciplinares.

    Responder

  8. 1-PM
    2-SP
    3- RDPM
    4- 04 (QUATRO DIAS) ABANDONO DE POSTO, "ESTAVA ESTE SIGNATÁRIO DE SERVIÇO EM POSTO FIXO, QUANDO FUI INFORMADO PELO CABO QUE ESTAVA NA FUNÇÃO DE RONDA SETORIAL (PROVISÓRIO) QUE MINHA FILHA HAVIA NASCIDO, E FUI LIBERADO PARA IR AO HOSPITAL, NESTE INTERIM HOUVE A TROCA DE COMANDO E ASSUMIU A FUNÇÃO DE RONDA UM 1°SGT QUE ME ESCREVEU, E ANTES DE ESCLARECER OS FATOS O CAPITÃO DETERMINOU A MINHA PRISÃO ATE ESCLARECER OS FATOS; ISTO OCORREU EM 1987, EM TEMPO O RS DISSE QUE O CB NÃO TINHA AUTONOMIA PARA LIBERAR NINGUÉM.
    5- MESMO HOJE ACHO QUE O RDPM, CONTINUA APENAS AJUDANDO OS OFICIAIS OU SEJA,PARA OS OFICIAIS A LEI " " E OS PRAÇAS O RIGOR DA MESMA LEI." EM TEMPO FIQUEI PRESO EM CELA.
    .

    Responder

  9. 1- PM
    2- SP
    3- RDPM
    4- NUNCA FIQUEI, MAS PRESENCIEI VÁRIOS PM PRESO(PRAÇAS), E OS ABUSOS SOBRE ELES
    5- DESUMANO, RIDÍCULO, COISA DE IDIOTAS, PRÉ-HISTORICO, O DURO QUE TINHA SUPERIOR QUE SE SENTIA O MÁXIMO…..

    Responder

  10. desconta do salario, faz trabalhar o dobro…..mas 30 dias preso? cara se tu da um flagrante em um vago roubando ele nao fica 30 dias preso…no minimo tu eh oficial….mais um usando da ditadura interna pra poder comandar por ser um incompetente sem moral e sem potencial de liderança!

    Responder

  11. 1- PM
    2- RS
    3- Regulamento Disciplinar da Brigada Militar (RDBM)
    4- Estou prestes a pegar 48 horas detido mas por enquanto estou recorrendo em ultima instância….o motivo foi escrever no facebook
    5- Escrevi no facebook assim "se tu prender mil vagabundos nunca serás valorizado, mas se apareceres sujo de barro por ter feito este serviço irás levar uma trolha! a brigada nunca quis bons policiais e sim bons milicos" e por esta frase tomei 2 dias de detenção que eh a mesma coisa que prisão só nao é em uma cela mas dentro do quartel preso!!!

    Responder

  12. 1- PM
    2- MG
    3- CÓDIGO DE ÉTICA DOS MILITARES DE MINAS GERAIS
    4- APESAR DE FAZER PARTE DA ÉPOCA DA PRISÃO ADMINISTRATIVA NA PMMG NUNCA FIQUEI PRESO.
    5- SE NEM OS CRIMINOSOS PERIGOSOS ESTÃO FICANDO PRESOS IMAGINE UMA PRISÃO ADMINISTRATIVA POR FALTA DE SERVIÇO? ARBITRÁRIO E ARCAICO.

    Responder

  13. Bom dia, senhores

    Entendo que cada caso é único, apesar de militares diferentes poderem cometer a mesma transgressão disciplinar por motivos mais diversos possíveis.
    Evitarei fazer juízo de valor neste momento para dar liberdade aos comentários, mas deixarei meu posicionamento no artigo que estou escrevendo.
    Muito obrigado pela participação de todos.

    Sgt Silvino – PMMG
    @blogdograduado

    Responder

  14. Se você falta ao serviço você não tem responsabilidade. Na empresa particular você teria sido demitido. Deveria agradecer por ficar "só" 30 dias preso.

    Responder

  15. Se você falta á instrução você não tem responsabilidade suficiente para ser um policial. Se você faz bico, deveria ficar por lá pois quando entrou na corporação já sabia que era proibido.

    Responder

  16. Sou pm
    Df
    Rde
    10 dias por estar sentado no posto apòs 12 hs de serviço
    É um meio ridiculo,arcaico e ditatorial para manter a tropa calada

    Responder

  17. 1-Sou PMBA
    2-BAHIA
    3-RD
    4- 3 dias alguém chamou o CAP de BOB ESPONJA todos que estavam no alojamento no dia ficou preso.
    5- irresponsabilidade total…

    Responder

  18. 1 – Sou Bombeiro
    2 – RS
    3 – RDBM ( baseado no RDE )
    4 – Nunca
    5 – Totalmente desnecessário e abusivo, só interessa a maioria superior que de uma maneira arcaica e falida procura manter amordaçada a tropa.

    Responder

  19. 1- sou PM
    2-Amapá
    3- RDPM ( baseado no RDE )
    4-puxei uma vez 30 dias por uma falta ao serviço
    5- um abuso absurdo

    Responder

  20. Fala irmão

    1 – Sou PM
    2 – Minas Gerais
    3 – Código de Ética dos Militares de MG
    4 – Graças a Deus, entrei na gloriosa depois da extinção da prisão administrativa
    5 – Acho abuso de autoridade, desumano e inconstitucional.

    Responder

Deixe aqui seu comentário