Homenagem às bravas mulheres da segurança pública

Tempo de leitura: 3 minutos

O dia 8 de março de 1857 tornou-se um marco histórico para as mulheres. A morte de 129 operárias em uma fábrica de Nova York foi uma tragédia ímpar, que mudou a forma de valorização dos assuntos relacionados às mulheres.
Naquela época, as tecelãs faziam greve para reclamar da carga horária excessiva e por melhores salários. A polícia e patrões reprimiram a manifestação, trancando as mulheres na fábrica e ateando fogo no local.

Mais detalhes sobre o incêndio e processo histórico da mulher no site portoweb.

Apesar de comemorado no dia 8 de março, devemos destacar a importância da mulher diariamente, em todos os campos sociais, seja no seio familiar, no ambiente de trabalho, nas escolas, na política, inclusive nos escalões mais superiores… Hoje, a mulher está em todos os setores.

E como não podia deixar de ser, também dá seu toque feminino nas forças armadas, nas polícias e outras instituições de segurança pública.

Este artigo homenageia todas as mulheres que deixaram seus pais, maridos e filhos em casa e ingressaram em nossas corporações.

Com certeza, ouviram dizer que polícia não era lugar para mulheres. Mas contra a vontade de todos, essas guerreiras conquistaram seu espaço.

Para evitar qualquer injustiça, não farei menção às diversas instituições que aceitaram as mulheres, mas deixarei abaixo algumas reportagens relacionadas ao tema:

Entretanto, não poderia deixar de homenagear pelo menos uma delas, que representará todas as outras.

Ela merece toda a consideração, pois é excelente profissional, querida por seus pares, subordinados e superiores. Seu sorrisão cativa a todos!

Tive o prazer de conhecê-la há onze anos, em Governador Valadares, durante o Curso de Soldados da Polícia Militar de Minas Gerais do ano de 2002.

Éramos mais de 250 recrutas que ainda não sabiam como funcionava o ambiente militar e, por isso, cometíamos vários erros. E cada um deles era observado e corrigido com rigor pelos sargentos e oficiais responsáveis por nossa formação profissional.

Entre esses sargentos, ela se destacava pelo seu fino trato com os alunos. Claro que também era exigente, mas sempre muito amável.

Ao mesmo tempo em que nos mantinha sob pulso firme, protegia-nos daqueles que queriam até nossa última gota de suor.

Ela foi mais que uma formadora de soldados: foi mãe – uma mãezona – amiga, conselheira, protetora… enfim, uma pessoa muito especial.

Naquela época, ainda era sargento da Cia Escola do 6º BPM. Devido a sua competência profissional e capacidade intelectual, galgou os degraus da hierarquia militar e foi promovida ao posto de tenente.

Hoje, a 1º tenente Levina está lotada no 19º BPM, sediado na cidade de Teófilo Otoni, Unidade na qual chefia a Seção de Comunicação Organizacional do batalhão, pertence a Adjuntoria de Ensino e Treinamento, além de ser Chefe de curso de turmas do Curso Especial de Formação de Sargentos.

À querida tenente Levina, um forte abraço. Você é uma pessoa muito especial e merece nosso apreço. Representa com excelência as mulheres brasileiras presentes nas instituições de segurança pública. Parabéns!

Mesmo sendo um artigo voltado para as bravas guerreiras, não poderia deixar de citar as mulheres de minha vida: dona Maria Ferreira, mãe adorável, que me ensinou os caminhos a seguir; Kely Stiilpen, amada esposa, que caminha ao meu lado; e Carolina Ribeiro, querida filha, presente de Deus, a quem procuro ser exemplo de vida.

Mulheres, felicidades! Sigam em frente, pois precisamos de vocês. As portas de todos os ambientes se abrirão, mesmo que alguns não queiram aceitar sua entrada, mas será impossível evitar.

Não permitam que o meio determine seu comportamento. Muito pelo contrário, promovam uma nova ordem. Por fim, mudem tudo, mas não mudem sua essência, continuem sendo mulheres.

3 Comentários


  1. Parabéns Fabrício Silvino, pura sapiência… Lindas palavras…. São poucas pessoas que tem sensibilidade igual a você… Tiro a minha boina para você… Suas palavras diz " Você é o cara! ". Parabéns a todas guerreiras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

  2. Parabéns Fabrício Silvino, pura sapiência… Lindas palavras…. São poucas pessoas que tem sensibilidade igual a você… Tiro a minha boina para você… Suas palavras diz " Você é o cara! ". Parabéns a todas guerreiras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Responder

Deixe aqui seu comentário